Sobre este blog

Amigo leitor, junto com uns amigos criamos um blog para auxiliar professores, acabei me apaixonando e tornando-me um "blogueiro".

Decidi então criar este espaço com o objetivo de emitir meu ponto de vista sobre Teologia, Política, Pedagogia, concursos, atualidades e, especialmente, postar meu caderno de estudos em Direito, só que mais organizado do que o manuscrito (risos)! Bem-vindos!

TRÊS CLAMORES HODIERNOS DA IGREJA SEGUNDO PAULO


Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo, como um espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. (2 Co 3.18)


1 Unidade: “Mas todos nós”.
Não suportamos tantas denominações, oriundas de um evangelho antropocêntrico, (leia-se à la carte) e quiçá da imunidade tributária. Ressalvando honradas exceções, fruto do inconformismo diante de atos tresloucados de alguns “donos” de igrejas.

2 Transparência: “cara descoberta”.
Atos secretos”, pertencem a instituições de reputação duvidosa (Congresso Nacional, Maçonaria, etc). Não há nada em toda bíblia que se assemelhe a essas práticas perniciosas. Não há nada de proveitoso nas espúrias reuniões “a portas fechadas” (Confesso que quando são anunciadas, meu coração fica apertado).

3 Poder autêntico: “somos transformados de glória em glória”.
Quando o poder real que brota do Espírito Santo cessa devido ao pecado, ao invés de reconhecermos os nossos erros e pedirmos misericórdia a Deus para que nos devolva seu poder, preferimos “tapar o sol com a peneira” e, consequentemente, a poderosa e gloriosa simplicidade do Evangelho é substituída por congressos, workshops, shows pirotécnicos e muitos (e enfadonhos) discursos belos, politizados, escorreitos, mas sem poder e eficácia.

Clamemos a Deus por unidade, transparência e poder!

DIVULGAÇÕES

Tradução

Passaram por aqui

Sobre mim

Facebook

Velocidade da sua conexão

Amigos

Postagens populares

Pesquisar...